Estou acostumado a ouvir pessoas dizendo que não utilizam programas livres por não encontrarem substitutos adequados aos programas convencionais. Mas a verdade é que existem sim substitutos para todos os principais programas do mercado. Levanta-se, às vezes, a questão da qualidade. Eu não vou entrar na questão dos especialistas, até porque sempre usamos os softwares livres na Edições Cobra e sempre nos foi satisfatório. Se algo não sai perfeito, é a falta de tempo para pesquisar e se aprimorar nos fartos tutoriais na internet. Então se você ainda não conhece estes programas, experimente, com certeza você vai achar interessante e vai perceber que eles ficam melhores a cada nova atualização.

Uma boa (e gratuita) forma de substituir o Adobe Creative Suite

Você que é um cyber-empreendedor, já deve ter tido a necessidade de editar um áudio, um vídeo, diagramar um texto ou editar uma imagem. O Adobe Creative Suite, que agora virou Cloud, tem um custo mensal de mais de R$ 200,00, enquanto esta lista toda é gratuita (alguns oferecem uma conta premium paga).

Um aspecto interessante para destacar aqui também, é a integração entre o Scribus (programa de diagramação, que já apresentamos aqui) e o GIMP. Como o Scribus mantém as imagens utilizadas linkadas (ou seja, não salva dentro do seu arquivo), você pode com um simples clique do botão direito do mouse no Scribus, abrir a imagem para edição com o GIMP.

Essa lista foi apresentado num artigo do Linux Descomplicado.  Acesse esse link para ver o artigo na íntegra, lá existe mais informações.Basta também clicar no nome dos programas para abrir a página para download do programa.

 

10 programas para substituir o Adobre Creative Suite:

SynfigStudio-Alternativa-ADOBE-ANIMATE

Synfig Studio tem sido a alternativa de fonte aberta para o programa da Adobe desde 2005, e ainda é a melhor escolha para aqueles que querem prosseguir animação vetorial 2D, sem precisar pagar nenhuma licença. É gratuito e possui um desenvolvimento ativo.

 

Ardour-Alternativa-ADOBE-AUDITION

O Audacity é o software livre mais usado para edição de áudio. Contudo, quando se refere a produção de música profissional deve-se pensar no Ardour e/ou LMMS. Direcionado para profissionais, o Ardour oferece gravação de áudio altamente avançada, mixagem e capacidades de edição não-linear. É uma ferramenta de edição de áudio dedicada a usuários que já trabalham em alguma área relacionada à mixagem de som. É uma alternativa ao Sony ACID.

Já o LMMS é um aplicativo para você criar e editar sons, contendo diversas funcionalidades de um programa para repetição de trechos. É possível montar um áudio de estilo diferente, combinando exemplos, músicas, recortes de faixas e trechos contínuos.

 

Inkscape-Alternativa-ADOBE-ILUSTRATOR

O Inkscape é a alternativa mais completa para criar ou editar gráficos vetoriais no Linux. O Inkscape é completo de recursos e, certamente, pode ser usado em um ambiente profissional.

 

Scribus-Alternativa-ADOBE-InDESIGN

A alternativa mais provável é o Scribus. Ele pode ser usado para criar folhetos, boletins informativos, cartazes e até mesmo layouts de livros. Ele também pode ser usado para criar PDFs animados e interativos – o tipo de coisa que você esperaria de qualquer programa de editoração eletrônica que se preze 😉

 

Darktable-Alternativa-ADOBE-LIGHTROOM toque de

duas alternativas livres para Lightroom que são realmente muito boas. A primeira, o Darktable promove a rápida edição e armazenamento de fotos digitais, em formato RAW (disponível em quase todas as máquinas fotográficas atuais). Permite que o usuário importe uma grande quantidade de fotos automaticamente a partir de uma câmera ou cartão de memória. Para quem já usou ou conhece o Adobe LightRoom, não terá nenhuma dificuldade. É o programa mais recomendado entre os fotógrafos que usam Linux.

A outra alternativa é o RawTherapee. É um programa bastante completo para quem precisa ajustar fotos de câmeras digitais, que normalmente são no formato “.raw”. Embora seja para manipulação de arquivos .raw, o programa pode importar arquivos de outros formatos mais populares como JPEG, TIFF e PNG e ser usado em complemento com o GIMP.

 

Krita-Alternativa-ADOBE-Photoshop

Alternativas para o Photoshop são um dos tópicos mais comentados no mundo software livre. Sem surpresas, o GIMP é logo sugerido. Não que haja algo de errado com o GIMP; muito pleo contrário 😉 De fato, é uma excelente opção para substituir o Photoshop. Pois, ele é poderoso e cheio de recursos e, ainda, pode ser melhorado com diversos plugins de terceiros.

Contudo, há um outro programa que esteve mudando um pouco essa “soberania” do GIMP. É chamado de Krita e os usuários estão aos poucos saindo do GIMP e migrando pra ele. Krita é essencialmente uma ferramenta para pintores digitais e artistas, se esse é o tipo de trabalho que você faz. Então, mesmo com essa opção do Krita; o GIMP é, definitivamente, o programa mais próximo do Photoshop no momento.

 

Kdenlive-Alternativa-ADOBE-Premiere

Se você pode pagar por um software Linux de qualidade, recomendo o Lightworks. Ele é muito bom – foi usado para editar filmes como: “O Lobo de Wall Street”, “Hugo”, e muito mais. Contudo, existem softwares livres que podem ser grandes ferramentas para profissionais da área. Um deles, é o Kdenlive. Ele é um software de edição video para o ambiente KDE (possível instalá-lo em outros ambiente também). É um poderoso editor de vídeo multitrack, que inclui as tecnologias de vídeo mais recentes.

Outros elementos para substituir o Adobe Creative Suite CLOUD!

Pelo que eu vi agora o Adobre Creative Cloud é a nova revolução do mercado. Parece realmente um trabalho muito bem feito, mas que não me apresenta grandes novidades.

Uma das propostas do Cloud é possibilitar a compra e atualização dos programas a qualquer momento, tanto em computadores quanto celulares. No linux, no entanto, isso é comum e possível com todos os programas do sistema. No caso do Arch Linux, usado na Edições Cobra, podemos atualizar o sistema todo com um único comando com o Pacman, assim como instalar qualquer programa na sua versão mais atual com um comando. Isso também pode ser feito em Ubuntu e outros sistemas. O ponto fraco aqui, no linux, é a versão para celulares que anda devagar.

Outro elemento, a disponibilização de arquivos em nuvem, também é possível de ser feita com o OwnCloud.

Outra possibilidade do Adobe Cloud, a possibilidade de divulgar seu trabalho online de forma integrada, já é possível através do WordPress, possibilitando a construção de blogues e site que podem ser alimentados também pelo celular, também integrados com OwnCloud.

Além disso, o ThunderBird em integração com o Owncloud Agenda permite o compartilhamento de agendas e tarefas.

Em breve falaremos mais dessas ferramentas. Se você deseja contratar esse serviço, entre em contato e poderemos montar um ecossistema digital que atenda suas demandas para aumentar a produtividade individual e/ou coletiva com alternativas livres e a baixo custo.

 

Gostou? Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *